Inicial | Mapa do Site | Expediente |Fale Conosco

 

 

Pupunha

 

Eng. Agr. Renato de Freitas Vianna Neto - EDR de São Paulo
Eng. Agr. Márcio Meleiro - EDR de São Paulo

edr.saopaulo@cati.sp.gov.br

 

 

 

Que planta é a pupunha? 

 

 É uma palmeira perene,originária da região tropical das Américas, conhecida cientificamente por Bactris gasipaes H.B.K.. No norte do Brasil seus frutos são muito consumidos, pois, além de nutritivos, possuem sabor muito agradável depois de cozidos em água e sal. 

 

 O palmito de pupunha é mais amarelado e adocicado do que as espécies tradicionais, Juçara e Açaí, porém essas diferenças ficam quase imperceptíveis após o seu processamento. Uma das características fundamentais para a produção de palmito é a ausência de espinhos na estipe (tronco).

 

Quais as vantagens dessa planta na produção de palmito?

 

Precocidade - produz o primeiro corte a partir do segundo ano de plantio.

Rusticidade - a planta não é muito exigente em solos, mas desenvolve-se melhor com adubação, podendo ser usada em recuperação de áreas degradadas.

Racionalidade de cultivo - o palmito pode ser colhido em quase todos os meses do ano.

Perfilhamento- A planta forma touceira como a bananeira e após o primeiro corte os filhotes crescem e permitem a produção constante. 

Baixo índice de substâncias oxidantes - o palmito da pupunheira demora mais tempo para escurecer que o de outras espécies.

 

Como é feita a propagação?

    

É feita em canteiros germinadores de um metro de largura por 20cm de altura e comprimento variável. Nesses canteiros são colocados 50% de areia grossa mais 50% de pó de serragem curtida. Colocam-se até 4kg de sementes/m2, cobrindo-as com 2 a 3cm de substrato. Rega-se periodicamente, sem excessos, e devem-se cobrir os germinadores com folhas de bananeiras ou palmeiras(50% de sombra).

 

A germinação média é de 70 a 80% no período de 60 a 120 dias. As plantas que germinarem  depois desse período devem ser descartadas.

 

Quando as plantinhas estiverem com 1 a 2cm, faz-se uma seleção e realiza-se o transplante destas para saquinhos de 15cm de diâmetro e 25cm de altura, cheios com substrato de terra mais matéria orgânica curtida na proporção de 3:1.

 

Essas mudas devem ficar enviveiradas, com cobertura rústica de palha(sombra de 50%),   retirando a cobertura gradativamente, até atingirem 20 - 30cm, com 5 -6 folhas, quando então, serão transplantadas para o local definitivo.

 

Quais as condições agroclimáticas ideais?

 

A pupunha é uma planta de clima tropical, que necessita de 1.600mm a 1.800mm de precipitação (chuvas) bem distribuídas durante o ano, caso contrário, é preciso suprí-la com irrigação. Entretanto, ela não tolera solos encharcados.

 

A temperatura média anual ideal precisa estar em torno de 22oC, devendo ser evitadas áreas com geadas e ventos fortes.

Ela se adapta bem a diversos tipos de solos, mas prefere os de textura média com boa fertilidade natural e topografia plana  levemente ondulada.

 

Como é feito o plantio?

 

Faz-se o preparo do solo de forma convencional  (aração e gradagem) juntamente com a calagem (com base na análise do solo e recomendação técnica) ou em covas de 30 x 30 x 30cm ou 40 x 40 x 40cm (solos mais compactados) em áreas pequenas e/ou topografia bem onduladas. Em áreas planas pode-se plantar em sulcos. O espaçamento ideal é de 2 x 1 metro. A pupunha não necessita de sombreamento, assim devem-se escolher áreas ensolaradas. A época do plantio é no período de chuvas.

 

Quais os tratos culturais?

 

O sistema radicular da pupunha é muito superficial, por isso não se deve capinar mas apenas fazer roçadas periódicas,  coberturas com leguminosas ou usar herbicidas de acordo com recomendação técnica. No momento da colheita pode-se realizar o desbaste dos perfilhos em excesso, deixando-se de 4 a 6 perfilhos por planta com 25 - 30cm de altura. Os perfilhos com medidas abaixo dessa altura não precisam ser cortados.

 

O controle de pragas e doenças deve ser feito de maneira criteriosa, quando surgir o problema e com acompanhamento de um Engenheiro Agrônomo.

 

Quando é feita a colheita? 

 

Como existe uma grande variabilidade entre as  plantas, a colheita ocorre com 18 e 36 meses, isso de acordo com as características de solo, clima, irrigação e tratos culturais. O corte deve ser feito de 1,60 a 1,80 metro de altura, da inserção da última folha (folha mais nova) até o solo com diâmetro em torno de 9  a 15 centímetros.