05/10/2017 08:00

Acesse o video

O secretário da Secretaria de Agricultura e Abastecimento (SAA), Arnaldo Jardim, ao lado de representantes da Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (CATI) e de autoridades municipais e estaduais, entregou um packing house para a Associação de Agricultores Hortifrutigranjeiros Familiares de Itaí (Agrifai), município da área de atuação da CATI Regional Avaré, na manhã de segunda-feira (2). O empreendimento foi viabilizado com recursos do Projeto Microbacias II – Acesso ao Mercado, que é executado pela CATI. O investimento total foi de R$ 435 mil. Ao todo, 18 associados serão beneficiados.

Antes de descerrar a placa de inauguração, o secretário Arnaldo Jardim ressaltou o prestígio do setor agrícola no País e deixou um recado importante aos associados da Agrifai. “No último semestre tivemos um saldo positivo na geração de empregos no Brasil, quando 120 mil postos de trabalho foram gerados, sendo 60% somente no setor agropecuário. Isso mostra a importância desse setor no Brasil, sobretudo no Estado de São Paulo”, avaliou o titular da pasta, lembrando da relevância da união dos produtores rurais em prol do fortalecimento da Associação. “Meus amigos agricultores, é preciso que vocês tenham sabedoria para manter a união para que a Agrifai conquiste cada vez mais mercados”, afirmou Jardim. Ao fim de sua fala, o secretário parabenizou o trabalho da CATI na execução dos projetos viabilizados pelo Microbacias II – Acesso ao Mercado.

Itaí foi comtemplada com a aquisição de um packing house obtido graças ao apoio dos técnicos da Casa da Agricultura (CA) de Itaí e da CATI Regional Avaré. O local possui câmara-fria para melhor armazenamento dos produtos comercializados e conta com salas, novos móveis, banheiros e cozinha. O Projeto Microbacias II viabilizou, ainda, itens como fossa séptica, carreta-tanque, estufa agrícola, pulverizador, entre outros, que serão entregues até o fim do ano.
 

       


“O apoio da CATI foi e sempre será fundamental para a Associação. Afirmo com convicção que, sem a CATI, não chegaríamos até aqui”, disse Reinaldo Paulo dos Santos, presidente da Agrifai. Segundo ele, o empreendimento deverá aumentar o lucro dos associados em até 50%. “Com o packing house, vamos conseguir melhorar a comercialização e também a qualidade dos nossos produtos”, garantiu. Atualmente, a Agrifai conta com produtores de olerícolas e frutíferas e ganhou, no início do segundo semestre, a entrada de produtores de leite e também de café.

O empreendimento em Itaí proporcionará agregação de valor e profissionalização da comercialização sem a necessidade da presença de intermediários. “Com essa estrutura será possível, não só aumentar a produção, mas também o número de novos associados, já que o packing house fornece uma segurança maior de renda para quem deseja se tornar membro da Associação”, disse Reinaldo Alves Pereira, produtor associado à Agrifai. “Quanto mais produtores, mais forte fica nossa Associação”, alegrou-se.

A Proposta de Negócio apresentada pela Agrifai teve custo total de R$ 435.048,60, sendo R$ 304.534,02 apoiados pelo Projeto Microbacias II, com contrapartida de R$ 130.514,58 por parte da Associação, com recursos do Fundo de Expansão do Agronegócio Paulista (Feap).

O prefeito de Itaí, Thiago dos Santos Michelin, ao elogiar o trabalho executado pelo secretário de Agricultura e Abastecimento à frente da pasta, disse que o packing house permitirá aos associados vender fora da cidade. “Com esse entreposto, a Agrifai consegue expandir sua comercialização para municípios vizinhos. Isso garante o desenvolvimento da agricultura familiar”, disse o prefeito.

O diretor da CATI Regional Avaré, Eliseu Aires de Melo, e o responsável pela CA de Itaí, Euvaldo Neves Pereira Junior, afirmaram que o trabalho de motivação e assessoria aos produtores da Agrifai gerou a confiança por parte dos agricultores familiares em aderirem ao Projeto Microbacias II – Acesso ao Mercado, além de desmistificar a desconfiança dos fornecedores responsáveis pela construção do packing house.
 

       


Estradas rurais

Ainda no evento de inauguração, o secretário anunciou a liberação de recursos do Projeto Microbacias II – Acesso ao Mercado para a recuperação de estradas rurais em dois bairros, o Santa Terezinha e o Mineiro. “São dois bairros onde se concentram a agricultura familiar nesse município. Portanto vamos liberar os recursos, que podem chegar a R$ 500 mil, para melhorar a condição de tráfego e o escoamento da produção local”, disse Jardim, afirmando que a Prefeitura Municipal receberá o montante.

Vinícius Agostini - Jornalista - Centro de Comunicação Rural (Cecor/CATI)

Mais informações: (19) 3743-3870 ou 3743-3859
jornalismo@cati.sp.gov.br

 

Voltar


© Copyright 2017 - CATI - Coordenadoria de Assistência Técnica Integral. Todos os direitos reservados.