09/10/2017 09:00

Os produtos dos 39 integrantes da Associação Cultural e Recreativa São-miguelense, em São Miguel Arcanjo, ganharam um ponto próprio de comercialização desde a última segunda-feira, 2 de outubro, que aumentou em 20% a produção agrícola. O secretário de Agricultura e Abastecimento, Arnaldo Jardim, inaugurou a agroindústria “Sunao Kodawara” da entidade focada na fruticultura, principalmente uva.

“Esse incentivo levou ao aumento da nossa produção de 150 para 180 hectares na área de plantio”, quantificou Hélio Keichi Mori, vice-presidente da Associação. Ele destacou ainda que o espaço da agroindústria, além da comercialização dos produtos, também será um ponto de encontro entre os agricultores, de agregação de valor e opção ao turismo rural da cidade. “As vendas começam no dia 10 de outubro”, avisou.

O espaço foi construído por meio do Projeto de Desenvolvimento Rural Sustentável Microbacias II – Acesso ao Mercado, com um recurso total de R$ 969.979,07. Verba utilizada também para aquisição de grade hidráulica, roçadeira, enxada rotativa, pulverizadores de 500 e 1.000 litros, distribuidor de calcário e perfurador de solo.

“Antes do Microbacias II a gente apenas fornecia, agora podemos fazer também a venda direta. Dá uma outra visibilidade para os nossos produtos, que são praticamente colhidos na hora”, comemora o associado Rubens Nakagawa, para quem a oferta trazida pelo novo espaço também incentivará a fabricação de outros produtos.

“Este é um grande projeto. O governador Geraldo Alckmin acertou em cheio porque nós somos um município 100% agrícola. Se não fossem parcerias como essa, com esse investimento, não seria possível realizar projetos como esta agroindústria”, agradeceu o prefeito Paulo Ricardo da Silva.

 

Novo espaço será centro de comercialização da entidade.


“Assim como o governador Geraldo Alckmin, eu sou um entusiasta do cooperativismo. Por isso tenho um pedido a fazer a vocês: mantenham-se unidos. As pessoas são diferentes e a diversidade faz parte da vida, mas vocês precisam se concentrar nos pontos de convergência e não nas diferenças”, disse o secretário Arnaldo Jardim.

O Projeto de Desenvolvimento Rural Sustentável - Microbacias II - Acesso ao Mercado é uma iniciativa da Secretaria de Agricultura e Abastecimento (SAA), executada pela Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (CATI). Sua execução foi recentemente prorrogada por mais um ano - até setembro de 2018 – para atender a 100% das Propostas de Negócio, em curso (leia mais aqui.).

Fotos: João Luiz (SAA)
Hélio Filho (SAA) 

Mais informações: (19) 3743-3870 ou 3743-3859
jornalismo@cati.sp.gov.br

 

 

Voltar


© Copyright 2017 - CATI - Coordenadoria de Assistência Técnica Integral. Todos os direitos reservados.