Novo coordenador da CATI: compromisso com o fortalecimento da extensão rural e o desenvolvimento sustentável da agropecuária paulista

Integrante do quadro técnico da CATI, desde o ano de 1977, o engenheiro agrônomo João Brunelli Júnior assumiu como coordenador da instituição nesta segunda-feira, 3 de outubro. Em uma transição tranquila com José Carlos Rossetti, que deixa o cargo após cinco anos, Brunelli, que até o momento respondia pela gerência técnica do Projeto Microbacias II – Acesso ao Mercado, fala sobre as diretrizes para a instituição a partir de agora. “A CATI é uma instituição com uma grande riqueza intelectual e um grande compromisso por parte de seus colaboradores técnicos e administrativos. Nosso objetivo, meu e da equipe que fará parte da coordenação, é resgatar a autoestima da instituição com investimento em gestão, planejamento e capacitação para os funcionários da rede, pois se cada um souber o seu papel e tiver autonomia para trabalhar, com transparência nas ações, obteremos bons resultados, os quais trarão frutos para o fortalecimento da instituição, bem como para o nosso público-alvo: os produtores rurais paulistas”.

Formado em engenharia agronômica, em 1975, pela Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” (Esalq/USP), desde o seu primeiro trabalho na CATI, quando ingressou na Divisão Regional Agrícola (Dira) de Araçatuba, e atuou nas Delegacias Agrícolas de Andradina e Pereira Barreto, Brunelli pratica a extensão rural como ferramenta de desenvolvimento, com projetos, ações e difusão de tecnologias que sejam instrumentos de transformação social, econômica e ambiental. “A minha vida funcional se confunde com o desenvolvimento da Instituição, pois comecei a trabalhar aqui com 23 anos de idade, logo após me formar, quando a CATI tinha apenas 10 anos de criação. Ao longo desse tempo, acompanhei as mudanças pelas quais a instituição passou, saindo da assistência técnica de fomento para a extensão rural educacional e emancipadora, como temos visto se concretizar com as ações do Projeto Microbacias II. No ano que vem, completo 40 anos de atuação ininterrupta na CATI, podendo afirmar que meu compromisso em fortalecê-la está ainda mais forte”.

Em 1985, Brunelli solicitou transferência para a Dira de Campinas (a maior do Estado, na ocasião) e começou a trabalhar como assistente de planejamento. Dez anos depois, passou a integrar os quadros da Divisão de Extensão Rural (Dextru), unidade da qual foi diretor entre 2000 e 2006.

No final da década de 1990, Brunelli foi convidado para atuar na assessoria de planejamento do Programa Estadual de Microbacias Hidrográficas. Nesse período, descobriu a inclinação para trabalhar com informática, sendo um dos responsáveis pela informatização da instituição, atuando na disseminação de conhecimento nessa área. “Me orgulho de ter mais de 800 horas certificadas pelo Centro de Treinamento da CATI, de capacitação em informática para os extensionistas, técnicos e administrativos”.

Após esse período, Brunelli foi diretor do Departamento de Comunicação e Treinamento (DCT). “Quando comecei a trabalhar com planejamento na Dira de Campinas, entendi que esse era o caminho para uma gestão assertiva. A partir daí, meu trabalho sempre foi norteado por essa premissa, aliada ao meu conhecimento de informática”, ressalta Brunelli, que em 2007 se pós-graduou no MBA em Gestão de Agronegócio, pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). “Pretendo disponibilizar esse meu conhecimento e o de toda a equipe que fará parte da coordenação, a favor do progresso e da CATI, de tal maneira que a sua missão seja cumprida de forma integral e sua marca fortalecida perante a sociedade”.


Outras atuações

Em 2010, João Brunelli foi designado para integrar, como membro, o Comitê Gestor da Política Estadual de Mudanças Climáticas; função que exerceu até 2012.

Em 2014 foi designado membro titular e suplente do Conselho de Orientação do Projeto de Desenvolvimento Rural Sustentável – Microbacias II – Acesso ao Mercado, como representante da Secretaria de Agricultura e Abastecimento, e gerente técnico do Projeto no âmbito da CATI.
 

Mais informações: (19) 3743-3870 ou 3743-3859
jornalismo@cati.sp.gov.br