Produção Vegetal


Cajá-Manga

Nome Científico: Spondias cytherea Sonn.

Nomes Comuns: CAJÁ-MANGA, CAJARANA.

Família: Anacardiaceae.

Origem: Ilha do Pacífico.

Ocorrência: Dispersa no Brasil, planta exótica.

Descrições

Planta: Árvore com 10 a 15m de altura, copa decontínua, folhas alternas, imparipenadas, compostas, com 10 a 15 folíolos ovados-oblongos.

Flores: Hermafroditas e unissexuais masculinas, brancacentas, pequenas e dispostas em panículas terminais.

Fruto e sementes: Drupa oblonga ou ovóide, com 6 a 10cm de comprimento e 5 a 9cm de diâmetro, cor amarelo-esverdeada, pesando até 375g, casca firme; semente com espinhos encurvados, que penetram na polpa.

Colheita: Durante o ano todo.

Dados gerais

Espaçamento para cultivo: 10x12 metros.

Planta cosmopolita tropical, desde o período colonial.

O início da produção ocorre 5 anos após estabelecimento.

A polpa firme, agridoce e amarela é usada para produção de marmelada, conservas, sorvetes e refrigerantes. Fermentada com laranja, produz bebida alcóolica apreciada no Taiti. É também, consumida ao natural.

A madeira, branca e leve, é pouco resistente às intempéries; serve para confecção de tábuas de forro, caixaria, cabos de ferramentas e papel.

Planta ornamental, que pode ser utilizada em longradouros públicos, inclusive em calçadas, sob a rede elétrica.

Pode apresentar florescimento durante o ano inteiro.