Produção Vegetal


Carambola

Nome Científico: Averrhoa carambola L.

Nomes Comuns: CARAMBOLA.

Família: Oxalidaceae.

Origem: Malásia e Indonésia

Ocorrência: Planta exótica, depende de cultivo, dispersa em todo Brasil.

Descrições

Planta: Árvore com 6 a 8m de altura e diâmetro do tronco de até 40cm, copa piramidal ou arredondada, caule nodoso e tortuoso, às vezes oco; ramos numerosos e flexíveis; folhas alternas, imparipenadas e compostas por 5 a 11 folículos curtos, peciolados e oval-lanceolados.

Flores: Variegadas, hermafroditas, brancas e purpúreas, pequenas, dispostas em rácemos curtos, geralmente axilares, frequentemente caulinares, sempre paniculadas.

Fruto: Baga carnosa; cor amarelo-âmbar, pseudotransparente, com forma oblonga, tamanho variando de 7 a 12cm de comprimento, com 4 a 7 gomos longitudinais fortemente salientes e seção transversal em forma de estrela; revestido por pericarpo fino, liso, de aspecto ceroso.

Colheita: Produz o ano inteiro, principalmente de fevereiro a março.

Dados gerais

Espaçamento para cultivo: 6 x 6metros.

O fruto, com polpa abundante de cor amarela, sucosa, agridoce e refrigerante, é consumido ao natural, em compota ou geléia; quando verde, é utilizado como conserva em vinagre na forma de picles; fonte de vitamina A e C.

A planta inicia a frutificação de 3 a 5 anos após o estabelecimento.

Suco rico em ácido oxálico, podendo ser usado para tirar manchas de ferrugem e tinta ou para limpar metais.

Árvore ornamental, sobretudo nas épocas de floração e frutificação; é sensível à geada.

Madeira mole e leve, difícil de ser trabalhada e sem aplicação industrial.

As flores são comestíveis.